O Sindicato Nacional dos Servidores do Ministério das Relações Exteriores (SINDITAMARATY) foi criado em 14 de setembro de 2009. Com sede e foro em Brasília-DF, o SINDITAMARATY é uma entidade representativa de todos os servidores do quadro permanente do Ministério das Relações Exteriores - MRE, integrado pelas carreiras de assistente de chancelaria, diplomata, oficial de chancelaria e servidores do PCC/PGPE.

A entidade sindical tem como principais objetivos a defesa dos interesses dos servidores do MRE, a luta pela melhoria das condições de trabalho e a valorização do Serviço Exterior Brasileiro.

Como interlocutor da categoria, o SINDITAMARATY integra a Mesa Nacional de Negociação Permanente da Secretaria de Relações de Trabalho do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e, além de participar, de modo exclusivo, das negociações de temas afetos aos servidores representados, acompanha e articula a defesa de temas de interesse da categoria perante os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Atua, ainda, em colaboração com outras entidades do movimento sindical, em especial, com a Nova Central Sindical de Trabalhadores, da qual é entidade filiada. 
 

Conquistas

A criação do SINDITAMARATY abriu novas perspectivas para os servidores do Itamaraty. Entre as conquistas desse período, a que se destaca é a garantia de remuneração por subsídio a todas as carreiras do Serviço Exterior Brasileiro.

O sindicato também é protagonista de importantes campanhas contra o assédio no serviço público e, ainda, frequentemente, dialoga sobre a adoção de medidas institucionais pelo MRE na prevenção e combate às práticas de assédio moral e a todas as formas de discriminação.

Como resultado do empenho empregado na defesa dos interesses dos servidores do MRE , em 04 de julho de 2014, o SINDITAMARATY se consolidou como legitimo representante, na seara trabalhista, de todos os servidores do MRE ao obter a carta sindical, registrada no Ministério do Trabalho e Emprego sob o nº 46206.001801/2010-67, reconhecendo que a entidade cumpre todos os requisitos legais para a representação constitucional de toda a categoria.