Banco de Horas

O Sinditamaraty cumprimenta a Administração do MRE pela iniciativa em regulamentar a implementação do banco de horas, previsto na Instrução Normativa Nº 2 do Ministério do Planejamento, entretanto, chama a atenção para o grande número de servidores ainda não submetidos ao controle eletrônico de frequência

e que, consequentemente, não serão alcançados pela medida, como, por exemplo,os lotados na ABC nas Comissões Demarcadoras de Limites, em escritórios regionais e em postos no exterior. “Portanto, a aplicação isonômica do banco de horas fica inviabilizada”, destaca trecho de ofício protocolado nesta segunda-feira (19). 

No documento, assinado pelo presidente Ernando Neves, o Sindicato enfatiza que a referida instrução normativa também estabelece critérios para o regime de sobreaviso e, novamente, solicita a regulamentação do plantão consular. 

Saiba mais: MRE precisa concentrar esforços para atualizar regras da jornada de trabalho

#SindyPorTodos      

Entrar
x
x
x