O Sindicato Nacional dos Servidores do Ministério das Relações Exteriores (Sinditamaraty) completa, neste mês, dez anos de criação. A entidade surgiu com o objetivo de representar, de forma legítima, as quatro carreiras do ministério: oficiais de chancelaria, assistentes de chancelaria, diplomatas e servidores do PCC/PGPE. São eles que executam a política externa do país e prestam apoio aos brasileiros, por meio do serviço consular, nas mais de 220 representações espalhadas mundo afora.

De 2009 para cá, a entidade alcançou diversos êxitos, entre eles a conquista do passaporte diplomático para todos os servidores em missão no exterior e o pagamento integral do 13º salário para os funcionários lotados fora do Brasil. Além disso, o sindicato foi protagonista no debate sobre o assédio moral e sexual no Itamaraty e na atenção à saúde mental dos servidores.

Para o presidente do Sindicato, João Marcelo Melo, a criação da entidade fortaleceu os servidores e trouxe mudanças significativas ao ministério. “Depois que o Sinditamaraty passou a abordar a questão do assédio, a Administração decidiu criar, em 2017, a CPADIS (Comissão de Prevenção e Enfrentamento do Assédio Moral, Sexual e da Discriminação). É ela que acolhe as vítimas e previne os casos”, pontuou.

Foi assim, também, com a implementação da Sala de Amamentação no Setor de Apoio Médico e Social (SAMS) e a criação do Núcleo de Relações Interpessoais e Qualidade de Vida no Trabalho, o Núcleo Vida, idealizado pela Divisão de Aperfeiçoamento e Treinamento (DTA), em parceria com o Sinditamaraty e outras entidades.

Hoje, além do apoio jurídico e da mediação de conflitos, oferecidos ao filiado, o Sindicato mantém três turmas de ginástica laboral e uma turma de yoga laboral no Itamaraty; acolhimento psicológico, que pode ser feito pessoalmente, na sede da entidade, ou pela internet para os servidores lotados no exterior; e um Clube de Vantagens que conta com descontos em mais de 7 mil empresas.

Desafios
Para dar continuidade ao trabalho realizado pelo Sinditamaraty, a nova Diretoria Executiva optou por focar no fortalecimento e na valorização do quadro de pessoal do Ministério das Relações Exteriores (MRE). “Os últimos concursos mal suprem as aposentadorias. Existem caminhos a serem percorridos. Com esse quadro se complicando, a lotação na SERE e nos postos se dificulta, a qualidade dos serviços prestados cai e a própria qualidade de vida dos servidores se complica. Obviamente nada faremos sozinhos. Precisamos da contribuição de cada servidor filiado”, ressaltou.

Além desses desafios, o Sindicato defende a inclusão dos servidores do PCC/PGPE no Serviço Exterior Brasileiro (SEB) e o enquadramento salarial para todas as carreiras.

Comemoração
Para celebrar os dez anos da entidade, a Câmara dos Deputados fará, no dia 13 de setembro, uma Sessão Solene em Homenagem ao Sinditamaraty. No mesmo dia, será realizada uma comemoração no Porto Vittoria, em Brasília. Os convites para a festa já estão à venda no Escritório de Apoio do Sindicato.


Programação
Sessão Solene em Homenagem aos 10 anos do Sinditamaraty
Data: 13 de setembro de 2019
Horário: Às 15h
Local: Plenário Ulysses Guimarães – Câmara dos Deputados, Brasília/DF
Entrada franca

Celebração Sinditamaraty 10 Anos
Data: 13 de setembro de 2019
Horário: Às 19h30
Local: Porto Vittoria – SCES Trecho 2 Conjunto 19 – Asa Sul, Brasília/DF

Acessar
x
x
x