Após a confirmação de contágio do novo coronavírus na Secretaria de Estado das Relações Exteriores (Sere), em Brasília, o Sinditamaraty protocolou, nesta quarta-feira (18), um ofício ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, solicitando que todos os servidores lotados no Brasil fossem liberados para trabalharem remotamente. Essa é a segunda vez que o Sindicato demanda à Administração medidas para conter a disseminação da Covid-19 no Itamaraty.

 

Na última semana, por meio de informativo, o ministério já havia liberado para teletrabalho os servidores pertencentes ao grupo de risco, entre eles idosos, gestantes e portadores de doenças crônicas. Hoje, um novo informativo da Administração – Informativo Coronavírus nº 9 – determinou a liberação para todos os servidores lotados na Sere e nos escritórios regionais do país.

 

A medida passa a valer a partir das 15h desta quarta-feira e seguirá por tempo indeterminado, até que novas orientações sejam emitidas.

 

Confira aqui o ofício do Sinditamaraty.

 

Acessar
x
x
x