O Sindicato Nacional dos Servidores do Ministério das Relações Exteriores (Sinditamaraty), por meio desta nota oficial, vem manifestar o seu repúdio às informações circuladas neste sábado (21) sobre proposta que estaria sendo tratada por integrantes do Governo e do Congresso Federal que reduziria o salário e a jornada dos servidores públicos federais neste período de pandemia.

 

A entidade entende e vivencia a grave crise que o mundo está enfrentando. No entanto, é importante ressaltar o papel fundamental que os servidores públicos desempenham neste momento. No que diz respeito às Relações Exteriores, somos nós que viabilizamos o atendimento dos cidadãos brasileiros no exterior e, se necessário, o socorro. Foi assim com os repatriados do Peru nessa semana.

 

Apesar de também lidarmos com as nossas preocupações quanto a este momento de incerteza, deixamos de lado, muitas vezes, as nossas questões e famílias para responder à missão de zelar pela integridade dos nossos cidadãos mundo afora. Em nenhum momento deixamos de atuar, independentemente do trabalho ser remoto ou não. Pelo contrário. No período de fronteiras e aeroportos fechados, cidadãos em quarentena, nossas demandas só aumentaram de tamanho. Não obstante a escassez de servidores do Itamaraty, nos desdobramos para cumprir nosso serviço com excelência.

 

O que se espera de um Governo é que ele dê condições aos servidores de atuarem neste momento, a fim de que seus cidadãos não fiquem desamparados em meio ao caos. Não é o momento adequado para desproteger, financeiramente, os servidores públicos, uma vez que a população necessita ainda mais deles.

 

Acessar
x
x
x