infome acao 01

Para que os servidores do Ministério das Relações Exteriores (MRE) não corram risco ao retornarem às atividades presenciais sem o controle da Covid-19 e sem a garantia de equipamentos de proteção, o Sinditamaraty entrou na justiça para que seja assegurado o teletrabalho para todos os servidores que trabalham tanto no Brasil quanto no exterior.

No mesmo processo, o Sindicato pede também sejam fornecidos equipamentos de proteção individual, durante a pandemia da Covid-19, para todos aqueles que precisam exercer excepcionalmente atividades presenciais.

O teletrabalho tem se revelado de grande auxílio contra a propagação do vírus e não implica em perda de produtividade.

O que pensa o Sinditamaraty

“Estamos trabalhando junto a Administração do Itamaraty para garantir a segurança de todos os colegas, servidores e terceirizados, mas acreditamos que a via judicial pode dar segurança  aos em tempos tão cheios de incerteza", afirma o presidente do Sinditamaraty, João Marcelo Melo. 

O processo na justiça recebeu o nº1038436-30.2020.4.01.3400 e tramita perante a 3ª Vara Federal Cível da SJDF e aguarda apreciação do pedido liminar.

Acessar
x
x
x