Desde sua criação, há quase 11 anos, o Sinditamaraty aproximou-se do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado - Fonacate, com o objetivo de integrar e fortalecer as pautas em defesa do serviço público e da sociedade e contribuir com a missão da associação: representar e lutar pelos servidores públicos.

Uma das primeiras ações que o Sinditamaraty participou foi o movimento da União das Carreiras de Estado (UCE), em 2012. Naquele mesmo ano, o Sindicato teve o apoio da entidade na primeira greve dos servidores do Ministério das Relações Exteriores (MRE). De lá para cá, a relação entre as entidades foi se fortalecendo, aumentando a lista de momentos em que atuaram juntas.

Foi assim, também, na luta pela licença classista remunerada; na Reforma da Previdência; na Regulamentação da Convenção 151- Negociação Coletiva e direito de Greve. Na história mais recente, dois destaques: a criação da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público, em setembro do ano passado, e a denúncia formal à Comissão de Ética da Presidência da República contra o ministro Paulo Guedes, em fevereiro deste ano, após declaração que comparava os servidores públicos a parasitas.

Formalização da parceria
O Sinditamaraty representa todos os servidores do Grupo Diplomacia que executam atividades exclusivas no Serviço Exterior Brasileiro: os assistentes de chancelaria, os diplomatas, os oficias de chancelaria e os servidores que integram o Plano de Classificação de Cargos e o Plano Geral do Poder Executivo (PCC/PGPE). Portanto, tem as condições necessárias para ingressar ao Fonacate.

Pensando na luta em prol da valorização dos servidores públicos e por já participar ativamente das pautas levantadas pelo Fonacate, o Sindicato fará uma Assembleia marcada para o dia 4 de agosto, com o objetivo de formalizar a vontade da categoria na inclusão formal do Sinditamaraty no Fonacate.
Para que a inclusão aconteça, é preciso que ocorra uma discussão e votação dos servidores sindicalizados. Esse é um requisito para o processo de entrada na associação, que está previsto nos estatutos do Sinditamaraty e do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado.

“Apesar de o Sinditamaraty não fazer parte formalmente do Fonacate, temos uma identificação muito grande com as pautas levantadas, afinal de contas as carreiras do serviço exterior são carreiras de Estado. Então, não só os nossos interesses são comuns, como nossas lutas também. E, com o tempo, essa relação tem ficado cada vez mais estreita”, elucida o presidente do Sinditamaraty, João Marcelo Melo.

“É preciso que, a partir desse Fórum de articulação, a gente estenda o diálogo com a Esplanada inteira e com a sociedade. O movimento sindical do Itamaraty e o Serviço Exterior Brasileiro está presente para contribuir com esse processo”, discursou o secretário-geral do Sinditamaraty, Felipe Heimburger, durante o lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público.

Mais sobre o Fonacate
O Fonacate é uma associação civil, integrada exclusivamente por entidades nacionais associativas e sindicais, representativas das carreiras que desenvolvem atividades essenciais e exclusivas do Estado, em todos os Poderes, no âmbito federal, estadual, distrital e municipal.

O objetivo do Fórum é defender o Estado Democrático de Direito, preservando os direitos e garantias fundamentais, individuais e coletivos, além dos princípios éticos e constitucionais da Administração Pública.