informe capacitação 01

Para que Oficiais de Chancelaria e Assistentes de Chancelaria possam ser promovidos é exigido deles a capacitação por meio de cursos promovidos pela Divisão de Treinamento e Aperfeiçoamento (DTA) do Ministério das Relações Exteriores. Estes cursos oportunizam a concorrência e a igualdade entre os servidores. Por isso, o Sinditamaraty enviou ofício à DTA para ter informações sobre eventuais datas de realização dos cursos, ainda este ano.

O Sinditamaraty também procurou saber quais medidas estão sendo adotadas quanto ao planejamento dos cursos enquanto perdurar o atual estado de calamidade, por conta do coronavírus.

Em ofício, o Sindicato explica que está “consciente das dificuldades impostas pela pandemia da COVID-19” e ressalta a “expectativa dos servidores de estarem previamente habilitados nos dois mecanismos”.

Resposta da DTA
O Ofício do Sinditamaraty foi respondido pela DTA no dia seguinte ao envio, dia 1º de setembro. A chefe da Divisão de Treinamento e Aperfeiçoamento, Maria Eduarda Corrêa, esclareceu que a pandemia prejudicou o planejamento de capacitações. Mas, segundo o ofício resposta, até o final do exercício, “e caso haja respectiva autorização para gastos com capacitação”, os cursos serão oferecidos aos Oficiais de Chancelaria e Assistentes de Chancelaria.

Acesse a íntegra do Ofício Nº 62/2020

Leia o ofício resposta

Acessar
x
x
x