A pandemia do coronavírus afastou das escolas as crianças que têm no estudo a esperança de dias melhores. Em todo o Brasil, as aulas presenciais foram suspensas desde o início do ano, e, na maioria dos estados, elas continuam paralisadas. A solução foram as vídeo-aulas, usando a tecnologia a favor da educação. No entanto, a realidade financeira das famílias de alunos das escolas públicas, agravada com a crise econômica, impossibilita a aquisição de tablets, computadores ou smartphones ampliando, ainda, o problema da exclusão digital.

É assim nas escolas do Distrito Federal. Os alunos estão aprendendo por meio de aulas onlines. Só que boa parte deles ainda não tem equipamento para assistir as aulas e desenvolver as tarefas escolares, como relata a professora Edilma Dias. “Hoje, somente na Escola Classe 36 de Ceilândia, temos 69 crianças que não estão participando das aulas remotas pela falta do aparelho, e 8 que acessam de forma precária – até 3 crianças com um único celular ou só acessam à noite quando o responsável chega do trabalho com o aparelho. Com o risco iminente de não voltarmos às aulas presenciais, esses estudantes serão tragicamente incluídos nos altos números da evasão escolar na rede pública.”

Enquanto professora, Edilma não ficou parada e foi em busca de doações de equipamentos eletrônicos para que estes alunos consigam estudar remotamente e concluir o ano letivo. Então, procurado por ela, o Sinditamaraty decidiu por apoiar a campanha de arrecadação de tablets, computadores, smartphones ou laptops - “Educação na Palma da Mão”, pois no Distrito Federal, o governo decidiu pela não retomada das aulas até a conclusão do ano letivo de 2020.

Como vai funcionar a campanha
Para ajudar os estudantes que contam com as doações, o Sinditamaraty planejou as seguintes alternativas:

- Filiados que estão em Brasília e queiram doar um equipamento, entram em contato com o Sinditamaraty pelo e-mail
comunicacao@sinditamaraty.org.br ou pelo whatsapp +55 61 9677-1513. Um dos integrantes da equipe combinará dia e hora para buscar a doação;

- Filiados fora de Brasília (restante do Brasil e exterior) podem comprar o equipamento e enviar para o Sinditamaraty, no endereço Rua 25 Norte, lote 14, apt. 717, Águas Claras, Brasília/DF. CEP: 71.917-180 - Aos cuidados de Júnior Brito. O Sinditamaraty confirmará o recebimento e entregará a doação ao projeto;

- Há a possibilidade de doar um tablet, smartphone, laptop ou até desktop usado, caso o doador prefira assim;

- O Sinditamaraty não receberá doações em dinheiro, somente as doações dos equipamentos. Já o projeto Educação na Palma da Mão está habilitado a receber doações em dinheiro, diretamente clicando aqui.

Entenda mais
Após o fim da campanha, que só será encerrada pelo menos com a conquista dos 69 tablets necessários, o Sinditamaraty fará a prestação de contas da campanha.

Para detalhes, entre em contato com comunicacao@sinditamaraty.org.br ou pelo whatsapp +55 61 9677-1513.

Indicação do projeto para a compra do equipamento, clique aqui.

Os equipamentos precisas ter entrada pra chip SIM, pois muitos alunos não têm acesso a uma rede wifi.

“Enquanto professora, não poderia ver essa situação e me manter inerte”, declara Edilma. Ajude essa campanha, doe um equipamento eletrônico para um estudante carente!

Acessar
x
x
x